Noemi Correa Bueno

Contacto

ORCID

Áreas de Interesse Académico e Científico

Estudos de género. Comunicação. Jornalismo desportivo. Relações Públicas.

Nota Curricular

Possui graduação em Comunicação Social – Relações Públicas (2006) e mestrado em Comunicação (2010) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é doutoranda em Comunicação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), professora da Associação de Escolas Reunidas LTDA e investigadora convidada do CPES – Centro de Pesquisa e Estudos Sociais da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia.

Principais Publicações

  • Bueno, N. C. & Soares M. C. (2011). A cidadania nos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo: os enquadramentos do caso Geisy Arruda. In M. S. Ventura (Org.). Processos midiáticos e produção de sentido (pp. 01-193). São Paulo – SP: Cultura Acadêmica.
  • Bueno, N. C. & Marques, J. C. (2015). Quem é quem nos programas esportivos de televisão: uma análise das questões de gênero no Cartãozinho Verde, da TV Cultura. Anais do XXXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Rio de Janeiro – RJ.
  • Bueno, N. C. (2015). A representação de um caso de agressão feminina nos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de São Paulo. Anais do XIV Congresso Ibero-Americano de Comunicação IBERCOM (pp. 6141-6150). São Paulo – SP: ECA-USP.
  • Bueno, N. C.; Cafeo, M. R. G. & Marques, J. C. (2016). Invisíveis, mesmo quando vencedoras: as razões pelas quais o esporte não reconhece as mulheres atletas tal qual ocorre com os homens. Anais do XXXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, São Paulo – SP.
  • Bueno, N. C. & Marques, J. C. (2016). A Invisibilidade das Mulheres em Programas de Esportes na TV Aberta Brasileira: Tradição Histórica ou Competência Silenciada? M. Bettine (Org.). Estudos interdisciplinares em sociologia do esporte: aspectos filsóficos, sociais, políticos e econômicos (pp. 351-370). São Paulo: Universidade de São Paulo.

Principais Projectos de Investigação

  • APLICATIVO SORORIDADE: FERRAMENTA DE INTERAÇÃO FEMININA E DE PROMOÇÃO DE SOLIDARIEDADE ENTRE MULHERES. Participante da equipa de investigadores (Desde 2017).
  • VISIBILIDADE DA PROFISSIONAL DE COMUNICAÇÃO EM PROGRAMAS TELEVISIVOS DE ESPORTES BRASILEIROS E PORTUGUESES. Tese de doutorado (Desde 2010).
  • JORNALISMO IMPRESSO E RELAÇÕES DE GÊNERO: ENQUADRAMENTOS DA FOLHA DE S. PAULO E D’O ESTADO DO CASO DE HOSTILIZAÇÃO A UMA ESTUDANTE. Dissertação de mestrado (2007 – 2010).