Encontro Ciência 2018

O CICPRIS e o CPES participaram do encontro Ciência 2018, organizado pela FCT. Ambos os centros puderam apresentar seus trabalhos no evento anual que reúne a comunidade científica portuguesa. Cada unidade de investigação participou de maneira autónoma, porém utilizaram essa grande plataforma de divulgação para dar a conhecer o nome do CIPES, a nova unidade que resultará da fusão entre os dois centros e investigadores da Escola de Ciências Económicas e das Organizações (ECEO/ULHT).

O CICPRIS apresentou três comunicações na mesa “Promover a paz e o Estado de Direito” que também foi coordenada pelo Professor João de Almeida Santos, Investigador Responsável do CIPES e do CICPRIS. Os investigadores que representaram o CICPRIS foram José Filipe Pinto que apresentou “Os Movimentos Políticos Não-Partidários e o novo Paradigma da Representação – o caso português”, João de Almeida Santos com a comunicação “Movimentos Políticos de Cidadania de Novo Tipo: Um Desafio à Política Contemporânea” e Diogo Pires Aurélio que falou sobre “Segurança Pública e Segurança Privada no Século XXI”. O CPES foi representado por Ana Lorga da Silva, Rui Duarte Moura e Artur Parreira que apresentaram a comunicação “Metodologias de avaliação da sustentabilidade dos fatores de acesso à riqueza socialmente produzida para indivíduos e famílias no presente e na emergente sociedade do conhecimento”, no painel de “ Cidades e Comunidades Sustentáveis”.

Conferência Internacional “Novos Movimentos Políticos de Cidadania , em Portugal e na Europa”

O CICPRIS organiza a Conferência Internacional “Novos Movimentos Políticos de Cidadania , em Portugal e na Europa”, no dia 21 de Maio, às 9h30, no Auditório Agostinho da Silva, no Campus da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia, em Lisboa. Com moderação do Professor João de Almeida Santos, director da FCSEA e Investigador Responsável do CICPRIS, o painel será formado por Manuel Anselmi, Universidade de Perugia, José Manuel Sánchez Duarte, Universidade Rei Juan Carlos, Madrid, Bernardo Ivo Cruz, True Bridge Consultancy, e José Filipe Pinto, Universidade Lusófona.

Subordinada ao programa de investigação sobre os Movimentos Políticos de Cidadania de Novo Tipo, esta conferência representa mais um passo no processo de reflexão interna e pública sobre este importante e atual tema, contando com especialistas nacionais e estrangeiros de grande relevo. Estes movimentos políticos representam uma alternativa ao tradicional sistema de partidos, que se encontra em crise, e estão ancorados quer na crítica ao sistema quer nos modernos meios de auto-organização e mobilização da cidadania, surgidos a partir das novas tecnologias da informação e da comunicação e das redes sociais.

Lançamento do Livro “Gestão e Financiamento das Escolas em Portugal”

 

Sónia Vladimira Correia, investigadora do CPES, em parceria com Ana Nunes de Almeida, Maria Manuel Vieira e Ana Sofia Ribeira, é responsável pela coordenação do livro “Gestão e Financiamento das Escolas em Portugal”. A apresentação será feita pela Professora Leonor Lima Torres, da Universidade do Minho, e  acontece no dia 24 de Abril, às 18h, no auditório 3 da Fundação Calouste Gulbenkian. A organização do evento pede que a presença dos interessados seja confirmada por e-mail (tfragata@gulbenkian.pt) ou telefone (217823387).

Apresentação

O CPES – Centro de Pesquisa e Estudos Sociais é uma UI&D da Universidade Lusófona, apoiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), que integra atualmente 51 investigadores membros integrados, associados e estudantes de doutoramento e mestrado.

O Centro foi criado em 2008 por investigadores de diferentes áreas disciplinares da Faculdade de Ciências Sociais Educação e Administração (FCSEA), designadamente da Sociologia, Serviço Social, Turismo e História. Em 2013, sofreu um novo impulso com a associação de investigadores das áreas da Economia, Gestão e Administração integrados em diferentes unidades orgânicas da ULHT

O CPES promove investigação no âmbito das Ciências Sociais, colocando especial enfoque na interdisciplinaridade do conhecimento, no estudo de problemas emergentes nas sociedades contemporâneas globalizadas, em particular nos países lusófonos onde se destaca a sociedade portuguesa, tendo em vista encontrar soluções sustentáveis que promovam o desenvolvido integrado.

Saiba mais