Francisco Carvalho

 

Contacto

ORCID

A2AS

Áreas de Interesse Académico e Científico

Deficiência e reabilitação. Demografia, principalmente os domínios das migrações e do envelhecimento; Educação inclusiva de crianças e jovens com necessidades educativas especificas em razão de uma condição de deficiência; Ecologia Humana, incluindo a temática do binómio ambiente construído versus ambiente natural.

Nota Curricular

Doutor em Relações Internacionais (especialidade de Ecologia Humana), pela Universidade Nova de Lisboa (UNL); Mestre em Ecologia Humana e Problemas Sociais Contemporâneos, pela UNL; Licenciado em Ciências Sociais e Política Ultramarina, pela Universidade Técnica de Lisboa. Professor do Curso de Mestrado em Comunicação Alternativa e Tecnologias de Apoio da ULHT (desde 2006/2007); Ex-Professor do Curso de Mestrado em Ensino Especial da Escola Superior de Educação/Instituto Piaget Almada; Orientação de teses de mestrado; Participação de júris de provas académicas (2.ª e 3.º ciclos). Membro da Associação de Cientistas Sociais do Espaço Lusófono (desde 2010); Sócio da Sociedade de Geografia de Lisboa (desde 2014). Autoria de mais de 100 trabalhos, sob a forma de livros, capítulos de livros, artigos, textos policopiados e outros, incluindo relatórios e pareceres respeitantes a temáticas correspondentes às suas áreas de interesse. Apresentação de cerca de 150 comunicações, conferências em Seminários, Colóquios, Congressos e similares, no País e no estrangeiro.

Principais Publicações

  • Carvalho, F. (2007). Escola para todos? A educação de crianças com deficiência na perspectiva da ecologia humana. Lisboa: Secretariado Nacional para a Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência.
  • Carvalho, F. (2009). Da ecologia geral à ecologia humana. Fórum Sociológico, série III, n.º 17, 127-138.
  • Carvalho, F. (2011). A Emigração Portuguesa nos anos 60 do século XX: porque não revisitá-la hoje?. Lisboa: Edição do autor e CPES.
  • Carvalho, F. (2015). Uma perspetiva acerca da deficiência. O caso particular do Associativismo e o papel das Organizações Não Governamentais. Lisboa: Edição do CPES.
  • Carvalho, F. (2016). A questão da deficiência e a educação de crianças com necessidades educativas especiais em razão de uma condição de deficiência na I República. In Outras Vozes na República 1910-1926, Atas do Congresso Nacional de História e Ciência Política. Lisboa, Cadernos do Museu da Presidência da República, vol. 3, 285-293.

Principais Projetos de Investigação

  • MOBILIDADE HUMANA ENTRE PAÍSES DO ESPAÇO LUSÓFONO. Projeto integrado no CPES. Membro da equipa do projeto (Desde 2016).
  • AGORA QUE REGRESSARAM (EX-EMIGRANTES) VAMOS LÁ FALAR COM ELES. Projeto integrado no CPES. Membro da equipa do projeto (desde 2016).
  • “ESCOLA ALERTA!”. Projeto destinado a sensibilizar os alunos do ensino básico e do ensino secundário para as questões da deficiência e da participação das pessoas com deficiência. Coordenação, acompanhamento e avaliação periódica (2004-2008).
  • PROACESS. Projeto transnacional sobre acessibilidade destinado a pessoas com mobilidade condicionada, integrado num Programa co-financiado pelo Fundo Social Europeu e o MESS, no âmbito da Iniciativa Comunitária HORIZON. Coordenação, acompanhamento (1992/1994).
  • COOPERAÇÃO BILATERAL (PORTUGAL/GUINÉ-BISSAU) NA ÁREA DA REABILITAÇÃO. Projeto financiado pelo Ministério do Emprego e da Segurança Social de Portugal. Coordenador e orientador (1990-1992).