Author Archive

José Carlos Marques

Contacto

ORCID

Áreas de Interesse Académico e Científico

As relações entre o desporto e a comunicação, de forma a melhor compreender os fenómenos desportivos em torno de sua interdisciplinaridade com as Ciências Humanas e a Comunicação. A principal base metodológica de nossas investigações envolve a Análise do Discurso (AD) de linha francesa e as teorias do discurso em suas relações com as práticas comunicacionais.

Orientação de teses de doutoramento, dissertações de mestrado e trabalhos de conclusão de curso nas áreas do desporto e comunicação; desporto e jornalismo; desporto e relações de género; desporto e publicidade; análise discursiva de jornais; desporto paralímpico.

Nota Curricular

Doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, Mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e licenciado em Letras pela Universidade de São Paulo. Docente do Programa de Pós-graduação em Comunicação e do Departamento de Ciências Humanas da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista (Unesp – Brasil). Durante dois mandatos (2008-2011 e 2011-2014) foi Diretor Administrativo da Intercom (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação). Ocupou o cargo de Chefe do Departamento de Ciências Humanas de maio de 2015 a maio de 2017.É Líder do GECEF (Grupo de Estudos em Comunicação sobre Esporte e Futebol) e membro do LUDENS (Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre Futebol e Modalidades Lúdicas). Desde maio de 2017 é Diretor da Rádio Unesp FM.

Principais Publicações

  • Marques, J. C. (2016). ‘Tá tranquilo, tá favorável’: a cobertura brasileira dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. Revista USP, v. 1, p. 57-66.
  • Marques, J. C. (2016). O Day After do Apagão: O Brasil 1 x 7 Alemanha no Mundial de 2014 e as Formações Discursivas das Capas de Jornais Brasileiros. In M. Guerra. (Org.), Copa do Mundo 2014 – Registros e Reflexões (v. 1, pp. 25-41). Juiz de Fora (MG): Universidade Federal de Juiz de Fora.
  • Marques, J. C. (2015). O que é o esporte? As contribuições seminais de Johan Huizinga e Roger Caillois Ressignificadas por Roland Barthes. Revista Criação & Crítica, v. 1, 4-8.
  • Marques, J. C. (2015). A Copa das Copas? Reflexões sobre o Mundial de Futebol de 2014 no Brasil (1. ed). São Paulo: Edições Ludens.
  • Marques, J. C. (2015). Há Futebol em Prosa e Futebol em Poesia? O modelo semiológico proposto por Pasolini, antecipado nas crônicas de Nelson Rodrigues. In E. Cornelsen; G. Augustin & S. R. Silva (Org.), Futebol, linguagem, artes, cultura e lazer (v. 1, pp. 91-107). Rio de Janeiro: Jaguatirica.

Principais Projectos de Investigação

  • ENTRE A VITIMIZAÇÃO E A SUPERAÇÃO: OS JOGOS PARALÍMPICOS RIO 2016 E A REPRESENTAÇÃO DE ATLETAS BRASILEIROS NA MÍDIA IMPRESSA NACIONAL. Financiador: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp); José Carlos Marques – Investigador Coordenador. Linha de investigação aberta à participação de alunos (Desde 2016).
  • A ROTA INVERSA DOS DESCOBRIMENTOS: O CONCEITO DE BRASILIDADE EM JORNAIS LUSITANOS ADVINDO COM A PRESENÇA DE FUTEBOLISTAS E TREINADORES BRASILEIROS EM PORTUGAL. José Carlos Marques – Investigador Coordenador Linha de investigação aberta à participação de alunos (Desde 2015).
  • AS “COPAS DO BRASIL”: AS REPRESENTAÇÕES DE NACIONALIDADE NO JORNALISMO DE REVISTA BRASILEIRO POR OCASIÃO DOS MUNDIAIS DE FUTEBOL DE 1950 E 2014. José Carlos Marques – Coordenador. Linha de investigação aberta à participação de alunos (Desde 2014).

Ana Cláudia Couto

Contacto

ORCID

Áreas de Interesse Académico e Científico

As áreas de interesse académico estão centradas nas interfaces que se estabelecem entre a Sociologia com o Desporto, Saúde e Lazer para a Juventude, em particular a oferta e a procura desportiva e de lazer, como a gestão e avaliação dos programas e projetos sociais, com caráter público ou não, bem como a procura e a utilização dos espaços públicos para a prática desportiva e de lazer.

Nota Curricular

Licenciada em Educação Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1991). Mestrado em Educação Física pela Universidade Federal de Minas Gerais (1998). Doutorada em Ciência do Desporto pela Universidade do Porto (2006). Pós-Doutorado em Sociologia do Desporto e Lazer na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia (Bolsista CAPES) (2015). É professora Associada II na Escola de Educação Física Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais. Professora credenciada no Programa de Pós graduação de Mestrado e Doutoramento Interdisciplinar em Lazer EEDDTO-UFMG. Supervisora de Tutoria do Programa de Formação EAD do PELC/VS. Coordenadora do CENTRO – MG da REDE CEDES – Ministério do Esporte. Pesquisadora coordenadora do Grupo de Estudos em Sociologia do Esporte e Lazer (GESPEL) EEFFTO-UFMG. Pesquisadora Convidada do Centro de Pesquisa e Estudos Sociais – CPES – Universidade Lusófona – Lisboa – Portugal. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Sociologia do Desporto e Lazer, atuando principalmente nos seguintes temas: Desporto, Saúde e Lazer na sociedade; formação humana e Juventude. Os últimos estudos tiveram como foco a influência do desporto e do lazer na formação.

Principais Publicações

  • Couto, A. C. P.; Ribeiro, S. P.; Gomes, A. J. S.; Silva, R. F. &Lemos, K.L.M.(2016). Voluntariado e Megaeventos: Aproximações Possíveis. Revista Brasileira de Estudos do Lazer, 2, 123-138.
  • Couto, A. C. P.; Aleixo, I. M. S.;Lemos, K. L. M. & Veneroso, C. E. (2014). O profissional de educação física na área da saúde: potencialidades e possibilidades de atuação. In Pro-saúdei Integração Ensino Serviço: Interfaces, desafios e potencialidades. Belo Horizonte: ESP.
  • Couto, A. C. P.,Lemos, K. L. M., Santos, F. R. M. & Guedes, K. L. (2014). Os valores olímpicos na escola: da carta à prática In Temas Atuais XV – Educação Física e Esportes. Belo Horizonte: Casa da Educação Física.
  • Couto, A. C. P. &Couto, M. A. (2011). A gestão de projetos sociais e o lazer. In Estudos do Lazer: um panorama. Rio de Janeiro: Apicuri.
  • Couto, A. C. P.; Gomes, A. J. S.; Abade, N. S. N. & Couto, M. A. (2015). Programa Academias a Céu Aberto: uma relação da gestão e do uso desse equipamento esportivo pela comunidade de Belo Horizonte, MG, Brasil. Lecturas Educación Física y Deportes, 20, 1-3.

Principais Projectos de Investigação

  • LAZER E JUVENTUDE: DIÁLOGOS POSSÍVEIS ENTRE BRASIL, ÁFRICA DO SUL E PORTUGAL À LUZ DOS VALORES OLÍMPICOS – Entidade Financiadora CAPES / BRASIL. Pesquisadora principal – 2014 a 2016.
  • LAZER E SAÚDE: PESQUISANDO A TEMÁTICA NO CONTEXTO DAS ACADEMIAS A CÉU ABERTO – Entidade financiadora CAPES / BRASIL. Orientadora – 2014 a 2016.

Noemi Correa Bueno

Contacto

ORCID

Áreas de Interesse Académico e Científico

Estudos de género. Comunicação. Jornalismo desportivo. Relações Públicas.

Nota Curricular

Possui graduação em Comunicação Social – Relações Públicas (2006) e mestrado em Comunicação (2010) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é doutoranda em Comunicação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), professora da Associação de Escolas Reunidas LTDA e investigadora convidada do CPES – Centro de Pesquisa e Estudos Sociais da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia.

Principais Publicações

  • Bueno, N. C. & Soares M. C. (2011). A cidadania nos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo: os enquadramentos do caso Geisy Arruda. In M. S. Ventura (Org.). Processos midiáticos e produção de sentido (pp. 01-193). São Paulo – SP: Cultura Acadêmica.
  • Bueno, N. C. & Marques, J. C. (2015). Quem é quem nos programas esportivos de televisão: uma análise das questões de gênero no Cartãozinho Verde, da TV Cultura. Anais do XXXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Rio de Janeiro – RJ.
  • Bueno, N. C. (2015). A representação de um caso de agressão feminina nos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de São Paulo. Anais do XIV Congresso Ibero-Americano de Comunicação IBERCOM (pp. 6141-6150). São Paulo – SP: ECA-USP.
  • Bueno, N. C.; Cafeo, M. R. G. & Marques, J. C. (2016). Invisíveis, mesmo quando vencedoras: as razões pelas quais o esporte não reconhece as mulheres atletas tal qual ocorre com os homens. Anais do XXXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, São Paulo – SP.
  • Bueno, N. C. & Marques, J. C. (2016). A Invisibilidade das Mulheres em Programas de Esportes na TV Aberta Brasileira: Tradição Histórica ou Competência Silenciada? M. Bettine (Org.). Estudos interdisciplinares em sociologia do esporte: aspectos filsóficos, sociais, políticos e econômicos (pp. 351-370). São Paulo: Universidade de São Paulo.

Principais Projectos de Investigação

  • APLICATIVO SORORIDADE: FERRAMENTA DE INTERAÇÃO FEMININA E DE PROMOÇÃO DE SOLIDARIEDADE ENTRE MULHERES. Participante da equipa de investigadores (Desde 2017).
  • VISIBILIDADE DA PROFISSIONAL DE COMUNICAÇÃO EM PROGRAMAS TELEVISIVOS DE ESPORTES BRASILEIROS E PORTUGUESES. Tese de doutorado (Desde 2010).
  • JORNALISMO IMPRESSO E RELAÇÕES DE GÊNERO: ENQUADRAMENTOS DA FOLHA DE S. PAULO E D’O ESTADO DO CASO DE HOSTILIZAÇÃO A UMA ESTUDANTE. Dissertação de mestrado (2007 – 2010).